Harmonização Facial Lisboa, Clínica MINT

Confira as novas técnicas de Harmonização Facial disponíveis na Clínica MINT em Lisboa.

A beleza muito além de seu sorriso.

⭐⭐⭐⭐⭐ no Google, + de 350 testemunhos. Confira!

Pré-Agendar Consulta

Preencha o formulário abaixo e entraremos em contacto consigo.


Qual o papel da harmonização facial na medicina dentária?

Os tratamentos inerentes à medicina dentária vão, nos dias de hoje, muito para além dos dentes. Todos os procedimentos clínicos realizados têm, no entanto, um objetivo comum: a saúde oral e o bem-estar do paciente.

Seja para atenuar marcas de envelhecimento, harmonizar dissimetrias, realçar determinados contornos ou corrigir aspetos posturais ou de funcionamento, muitos pacientes sentem a necessidade de realizar tratamentos de harmonização facial para alcançarem o seu bem-estar e aumentar a sua confiança e autoestima.

Muitos destes tratamentos estéticos interligam-se, diretamente, com a medicina dentária. Como? Explicaremos essa relação com mais detalhe nos parágrafos que se seguem.

Harmonização facial: o que é?

O conceito de “harmonização facial” está ligado a um conjunto de procedimentos estéticos, que podem ser realizados na boca, lábios, testa, nariz, maçãs do rosto, e que visam melhorar a aparência da face em geral.

Cada vez são mais elevados os padrões estéticos da sociedade e, na medicina dentária, isso reflete-se sem exceção. Se outrora ter dentes brancos e alinhados era suficiente para satisfazer o paciente, hoje em dia, já não o é. É essencial ter dentes bonitos e saudáveis, mas acima de tudo, estes têm que estar bem integrados na face e, portanto, o rosto tem de ser tido como um todo.

E é neste sentido que a harmonização aparece como um ótimo aliado na construção de sorrisos. Com esta junção de várias vertentes de atuação conseguimos alcançar um melhor sorriso, isto é, um sorriso que vai para além dos dentes e que permite a paciente sentir-se muito mais confiante.

Quando deve optar por esta forma de tratamento?:

Antes de se submeter a qualquer tipo de tratamento, deve sempre existir uma consulta inicial com o seu dentista, por forma a este ter conhecimento das suas preocupações ou necessidades e poder fazer uma boa avaliação das estruturas orais e faciais. Só depois será então possível ao médico sugerir-lhe o melhor e mais adequado plano para si, seja a nível dentário seja a nível de estética facial.

Para além de razões de puro gosto pessoal do paciente, por vezes existem motivos que levam o próprio médico dentista a sugerir procedimentos de harmonização tais como:

  • Preenchimento do lábio e de rugas labiais e nasopalatinas para recuperação de um perfil recuado por falta de suporte;
  • Diminuição da hiperatividade do lábio ou preenchimento labial por forma a reduzir o sorriso gengival;
  • Relaxamento muscular e prevenção do hábito de ranger os dentes e do consequente híper-crescimento do músculo da região;
  • Correção de ligeiras dissimetrias faciais com impacto negativo no sorriso;
  • Rejuvenescimento facial.

Quais são os principais procedimentos realizados na harmonização facial?

A aplicação de Toxina Botulínica e o preenchimento com Ácido Hialurónico foram os dois grandes pioneiros da Harmonização Facial e são, nos dias de hoje, os dois procedimentos mais requisitados pelos pacientes que procuram esta modalidade de tratamento.

1. Toxina Botulínica (Aplicação de Botox)

Descomplicando, é o chamado Botox®. Esta opção é das mais indicadas para a redução dos sinais de envelhecimento. Pacientes mais jovens têm vindo, no entanto, a aderir também a este produto no sentido de prevenir o seu aparecimento desses ditos sinais.

Para além deste objetivo de rejuvenescimento, a toxina botulínica está também indicada para resolução de outros problemas estéticos como o sorriso gengival e condições funcionais, como é o caso do bruxismo.

Eis alguns exemplos clínicos em que é feita aplicação da toxina botulínica pode estar indicada:

  • diminuição ou prevenção de aparecimento de rugas de expressão, tais como:
    • rugas da testa;
    • rugas do nariz;
    • rugas glabelares (acima do nariz, entre as sobrancelhas) ;
  • rugas periorbiculares (em redor dos olhos - “pés de galinha”);
  • rugas periorais (em redor dos lábios);
  • rugas “de marionete” (no terço inferior da face);
  • queixo celulítico;
  • controlo do bruxismo, por aplicação no músculo masséter, responsável pelo hábito de ranger ou apertar os dentes;
  • correção do sorriso gengival, por aplicação nos músculos responsáveis pela mobilidade do lábio superior.

2. Preenchimento com Ácido Hialurónico

Apesar da palavra “ácido”, esta é uma substância que não causa agressão à pele. Aliás existe uma produção natural de ácido hialurónico pelo nosso organismo que, no entanto, vai diminuindo com a idade, levando ao aparecimento de rugas.

O preenchimento, no âmbito da harmonização facial, permite desta forma uma melhor sustentação de certas áreas do rosto, a minimização de assimetrias faciais e novamente o atenuar de problemas estéticos ou sinais do passar do tempo na pele.

Seguem-se algumas situações com indicação para preenchimento com ácido hialurónico:

  • suavização de marcas de envelhecimento, tais como:
    • sulco nasogeniano (“bigode chinês”);
    • rugas periorais (linhas verticais em redor dos lábios - “código de barras”);
    • rugas de “marionete” (no terço inferior da face).
  • reestruturação de áreas da face, como por exemplo:
    • preenchimento das maçãs do rosto;
    • rinomodulação (preenchimento do nariz para atenuar saliências no dorso);
    • preenchimento do queixo (atenuar do sulco mento labial);
    • preenchimento labial;
    • contorno mandibular.
  • correção de assimetrias faciais e defeitos dos tecidos moles;
  • suavização de cicatrizes;
  • remoção de olheiras.

Outros procedimentos para harmonização:

3. Agregados Leucoplaquetários e Bioestimuladores Faciais

Aqui o grande objetivo da utilização destas substâncias é a amenização da flacidez tecidular e a potencialização da volumização da pele, com o intuito de rejuvenescimento facial.

4. Reposicionamento Labial

Esta cirurgia para corrigir o sorriso gengival resolve definitivamente o problema da exposição excessiva do tecido rosa quando se sorri. O reposicionamento evita que o lábio suba demasiado e desta forma é conseguido um sorriso natural, com confiança, sem necessidade de preocupação em se fazer um sorriso fechado.

5. Bichectomia

Por último, este é um procedimento simples e realizado com anestesia local, ideal para quem tem tendência a morder a bochecha. Com esta intervenção é possível reduzir as bochechas e tornar os traços do rosto mais delicados e finos. A recuperação desta cirurgia é rápida e não deixa cicatrizes visíveis.

Concluindo, o resultado das mudanças que surgem com estes procedimentos é excelente; não unicamente do ponto de vista estético, mas por permitir que se sinta bem consigo próprio. E nada é melhor do que esse benefício, certo?

Assista aos vídeos e conheça cada procedimento realizado na Clínica MINT:







Procura fazer uma Harmonização Facial

Agende a sua consulta de avaliação inicial através do formulário abaixo ou ligue para 211 552 308.


Entraremos em contacto consigo para confirmar as datas disponíveis.

 

Como chegar na MINT?

Nossa Clínica de Implantologia em Lisboa está localizada no centro da cidade, entre o Saldanha e El Corte Inglés.

Morada: Av. Marquês de Tomar, 5 B, 1050-152 Lisboa, Portugal

Para chegar, pode escolher:

  • Metro Saldanha (linha vermelha ou amarela)
  • Metro São Sebastião (linha azul)
  • Carris: 713, 716, 726, 742
  • Aerobus Linha 1 (Saldanha)
Copy link
Powered by Social Snap