Cirurgia Oral

Cirurgia Oral é a área da medicina dentária responsável pelo diagnóstico e tratamento cirúrgico de patologias da cavidade oral.

Todas as cirurgias de extração dentária, incluindo a extração do dente do siso, fazem parte da Cirurgia Oral.

Os procedimentos cirúrgicos mais frequentes são a plastia da gengiva, exodontia (extracção de dentes), remoção de quistos, tratamento de lesões periapicais (apicectomias), entre outros.

Cirurgia Oral

Cirurgia Oral é a área da medicina dentária responsável pelo diagnóstico e tratamento cirúrgico de patologias da cavidade oral.

Todas as cirurgias de extração dentária, incluindo a extração do dente do siso, fazem parte da Cirurgia Oral.

Os procedimentos cirúrgicos mais frequentes são a plastia da gengiva, exodontia (extracção de dentes), remoção de quistos, tratamento de lesões periapicais (apicectomias), entre outros.

Cirurgia Oral: Tratamentos

Colocação de Implantes Dentários

Os implantes funcionam como raízes artificiais sobre as quais são colocadas coroas unitárias ou pontes fixas que substituem na perfeição a dentição natural. Podem ser colocados imediatamente após a extracção de raízes ou dentes “doentes” e/ ou na ausência de dentes naturais. A colocação de implantes implica a existência de uma estrutura óssea natural ou regenerada cirurgicamente.

» Conheça os Tipos de Implantes Dentários.

Enxerto Ósseo/ Gengiva

Em casos de atrofia óssea acentuada para a colocação de implantes dentários, o paciente deve ser submetido a um enxerto ósseo para aumentar a altura e/ou espessura óssea. Na Clínica Dentária MINT dispomos de várias técnicas de realizar o enxerto ósseo.

Dependendo do caso pode-se optar por fazer um auto-enxerto utilizando material biológico do próprio paciente e com recurso a colheita de sangue realizada pela nossa enfermeira ou recorremos a biomateriais, que são substitutos ósseos confeccionados industrialmente.

Nos casos de enxertos da gengiva para plastia ou reposicionamento gengival utilizamos exclusivamente material biológico do próprio paciente com auto-enxertos.

Note-se que a recuperação pós-cirurgica acontece da forma mais confortável possível com um kit pós-cirúrgico que dispomos ao paciente e pelo acompanhamento inteiramente personalizado que efetuamos.

Extrações de Dentes Inclusos / Extração de Sisos Inclusos

Os dentes inclusos são dentes que não chegam a nascer (erupcionar).

A não erupção de um dente pode ser motivada por várias razões, sendo uma das mais comuns a falta de espaço na arcada dentária. Se não forem removidos, a constante pressão causada pela tentativa de erupção pode causar diversos problemas como a destruição dos outros dentes, inflamação, dor e apinhamento.

Por norma, os sisos são os dentes que mais frequentemente permanecem inclusos. Por outro lado, existem também situações em que o organismo produz dentes extras (dentes supranumerários) que podem igualmente não ter espaço para erupcionar.

Levantamento do Seio Maxilar - Sinus Lift

É um processo de regeneração óssea que tem como principal objectivo conservar e aumentar o volume de osso disponível no maxilar superior. Aplica-se a casos onde a altura do osso, no maxilar superior, não é suficiente para a colocação de implantes.

Extracções Dentárias

A necessidade de recorrer a este tratamento pode ser provocada por várias razões, das quais a existência de cáries extensas, grande perda óssea provocada por infeção ou a necessidade de ganhar espaço na arcada dentária.

Geralmente realizadas sob anestesia local, as extrações podem apresentar diferentes graus de complexidade.

Remoção de Quistos e Tumores

A remoção de quistos ou tumores exige igualmente a intervenção da Cirurgia Oral. A origem de alguns quistos pode ser de um dente incluso não removido ou de situações em que uma infeção ou o quisto estão localizados na extremidade da raiz do dente (apex).

Nestas situações, recomenda-se a desvitalização ou redesvitalização do dente. Se a mesma infeção persistir, a remoção do quisto terá que ser efetuada cirurgicamente.

Tratamento de Infeções da Cavidade Oral

As infecções são causadas por microrganismos como vírus, fungos ou bactérias.

As infeções orofaciais podem afetar os tecidos da cavidade oral ou zonas mais específicas como os nervos ou as glândulas salivares e quando são de alta intensidade e que não se tratam apenas com terapêutica, recorre-se à intervenção cirúrgica.

 

Procura Tratamentos de Cirurgia Oral em Lisboa?

Agende a sua consulta de avaliação através do formulário abaixo ou ligue para 211 552 308.


Entraremos em contacto para confirmar as datas disponíveis.

 
Copy link