Branqueamento Dentário Lisboa, Clínica MINT

O branqueamento dentário é um tratamento dentário estético que permite ao paciente obter um sorriso mais branco de forma rápida, sem danificar os dentes e sem necessidade de cirurgia.

É uma vertente da Dentisteria, área da Medicina Dentária responsável pela estética e restauração de dentes fracturados, bem como a restauração de dentes com cárie e o branqueamento dentário.

Branqueamento Dentário Lisboa, Clínica MINT

O branqueamento dentário é um tratamento dentário estético que permite ao paciente obter um sorriso mais branco de forma rápida, sem danificar os dentes e sem necessidade de cirurgia.

É uma vertente da Dentisteria, área da Medicina Dentária responsável pela estética e restauração de dentes fracturados, bem como a restauração de dentes com cárie e o branqueamento dentário.

Tipos de branqueamento dentário?

Branqueamento Dentário a Laser na Clínica:

O branqueamento dentário em consultório constitui um ato médico e, neste sentido, apenas profissionais de saúde oral estão habilitados a exercer este procedimento de forma segura e eficaz.

Neste tipo de branqueamento é utilizado um produto branqueador altamente concentrado que requer a proteção das demais estruturas orais. Esta elevada concentração permite que este procedimento seja o mais rápido de todos os tipos de branqueamento, sendo que a utilização de uma fonte de luz, com a capacidade de interagir e participar na ativação do agente branqueador, torna este processo ainda mais célere.

Desta forma, em uma única consulta ou sessão de branqueamento dentário podem ser atingidos os resultados esperados.

Quando há interesse em aclarar o tom natural dos dentes ou previamente à colocação de facetas dentárias, este é o tipo de branqueamento mais indicado e utilizado.

Branqueamento Caseiro com Moldeiras (Kits de Branqueamento)

Este tipo de branqueamento, apesar de realizado em casa, inclui o acompanhamento do médico dentista. Ele é realizado no conforto do lar, com recurso a moldeiras, ou goteiras, que irão conter o produto de branqueamento e que são confeccionadas a partir de impressões aos dentes realizadas em ambiente de clínica.

Desta forma é conseguida uma adaptação perfeita aos dentes, algo fundamental para o sucesso e segurança do tratamento, pois apesar de ser um produto menos concentrado o gel branqueador pode lesar a gengiva em caso de extravasamento.

Por norma este tipo de branqueamento é utilizado para complementar o branqueamento em consultório ou, pontualmente, para a manutenção da cor dentária “branqueada”.

Vantagens do Branqueamento Dentário

A grande vantagem de se realizar um branqueamento dentário traduz-se na melhoria significativa da estética dentária e por conseguinte da nossa auto-estima. Mesmo nem sempre atingindo um branco hollywood, porque nem sempre é possível, os nossos pacientes terminam as nossas consultas de branqueamento com um sorriso de orelha a orelha e muito mais vaidosos com os seus dentes.

Além deste benefício pessoal existe também uma grande vantagem em termos dentários, uma vez que para realizar um branqueamento dentário não existe a necessidade de realizar qualquer tipo de procedimento invasivo.

Outro grande ponto positivo é, sem dúvida, o tempo do tratamento para branquear os dentes. Cada vez mais o stress do quotidiano limita as visitas e a disponibilidade de horário para estar no dentista. O branqueamento dentário, quer realizado em consultório quer em casa, surge também como uma resolução rápida para a melhoria da estética sem requerer horas “de cadeira”.

Branqueamento Dentário: Antes e Depois

O branqueamento dentário tem como objetivo restituir a coloração natural e pode ser realizado no consultório ou em casa após avaliação clínica e radiológica da condição dentária e periodontal.

Apesar da coloração natural dos dentes divergir de pessoa para pessoa, determinados fatores como o tabaco, café, vinho, alimentos pigmentados, bebidas gaseificadas ou tártaro podem contribuir para alterações na coloração dos dentes.

Como é feito o branqueamento dentário?

Conheça um pouco do processo para clarear os dentes:

Antes da aplicação do produto branqueador é feito um acondicionamento dos tecidos envolventes por forma a fazer este procedimento de forma segura. Esta preparação inclui:

  • Colocação de vaselina nos lábios para a sua hidratação durante toda a sessão;
  • Colocação de um afastador labial na boca do paciente rolos de algodão que ajudem a absorção da saliva.
  • Aplicação do protetor gengival isolante na gengiva em redor dos dentes, para evitar o contacto com o gel, o que pode causar um ligeiro ardor.
  • E por fim aplicação de um ativador do gel branqueador nos dentes;

Finalizando a preparação, passamos ao branqueamento propriamente dito com o gel branqueador por alguns ciclos.

O gel branqueador utilizado na Clínica MINT possui uma série de componentes que reduzem a sensibilidade e reagem a uma luz LED. No fundo, a sua função é abrir os “poros” dos dentes e provocar uma reação química, que branqueia o dente de dentro para fora.

Durabilidade do branqueamento dentário

Quanto tempo dura o EFEITO do branqueamento?

A durabilidade do branqueamento dentário varia consoante os hábitos de cada pessoa. No meu caso, por exemplo, já dura há cinco anos, pois raramente bebo café, não fumo e tenho muito cuidado com a higiene oral.

Quanto tempo dura uma CONSULTA de branqueamento?

A sessão de branqueamento dura 1 hora, sendo que, a cada 15 minutos, são repostos tanto o ativador como o gel. No final, removemos os produtos e acessórios, e o paciente bochecha normalmente.

Branqueamento dentário é seguro? Existe contra-indicação?

Desde que realizado e/ou acompanhado por um profissional da área da saúde oral e utilizando bons produtos, disponíveis nas clínicas de medicina dentária, o branqueamento dentário é um procedimento extremamente seguro. Como qualquer tratamento dentário, existem riscos inerentes mas que são reconhecidos e controlados pelo médico dentista ou higienista. De entre eles destacam-se a sensibilidade dentária pós-tratamento e irritação gengival que podem ocorrer pelo contato com o produto concentrado do branqueamento.

No mercado de venda livre, por sua vez, existe um largo espetro de produtos que se publicitam como “branqueadores” mas cuja eficácia é questionável. Uma vez apresentarem diferenças significativas dos produtos de branqueamento de clínica não é possível afirmar a segurança destes ou a sua eficácia.

Qualquer pessoa com boa saúde oral pode ser candidata à realização de branqueamento dentário. Para isso, é fundamental uma avaliação prévia para despiste de situações que possam influenciar o resultado do procedimento. Lesões de cárie, gengivite, bolsas periodontais ou restaurações infiltradas são exemplos de problemas que devem ser primeiramente abordados antes de qualquer procedimento branqueador.

Além disso restaurações extensas, coroas ou facetas existentes podem influenciar o resultado obtido, uma vez que estes materiais não branqueiam como a superfície dentária.

Grávidas e mães a amamentar são aconselhadas a não realizar branqueamento dentário durante esses períodos, não pelo risco de poder existir alguma complicação mas apenas por precaução.

Jovens com menos de 18 anos também são aconselhados a esperar pela maioridade, altura em que há a garantia de já não existirem dentes imaturos que possam sofrer algum dano pelos produtos de branqueamento.

Cuidados Após o Branquemanto Dentário

O trabalho de branqueamento dentário não termina na clínica. O paciente deverá utilizar goteiras em silicone transparente, durante 3 dias, durante o período de descanso noturno, com um gel viscoso que evita a regressão da cor do esmalte.

Essas goteiras são feitas a partir de moldes com o formato da dentição de cada paciente. Elas podem ser feitas antes (recomendado) ou depois do tratamento de branqueamento.

Como os poros ficam abertos entre 24 a 48 horas após o tratamento, devem-se ter alguns cuidados, entre os quais evitar o consumo de bebidas ou alimentos ácidos ou com pigmentos, como o café, chás, frutos vermelhos, caril, molho de tomate, sumos naturais, vinho tinto e refrigerantes.

Se o paciente não respeitar as recomendações, deve beber um pouco de água após o consumo dos alimentos mencionados, escovar os dentes ou enxaguar a boca com um elixir. O tabaco também deve ser evitado ao máximo.

Decidi fazer o branqueamento. Qual é o próximo passo?

O primeiro passo é escolher uma clínica de branqueamento dentário de confiança e fazer uma avaliação de higiene oral.

Antes do branqueamento dos dentes, deve ser realizada uma destartarização e, caso existam cáries, estas também devem ser eliminadas. Como costumo dizer: primeiro a saúde, depois a estética.

Outro fator importante a considerar é se o paciente possui restaurações, pois estas não branqueiam e podem ter de ser trocadas a posteriori, para que a dentição fique com uma cor homogénea.

FAQ: Perguntas Frequentes sobre Branqueamento

Branqueamento pode danificar o esmalte dos dentes?
Não. O branqueamento dentário só por si não danifica ou destrói o esmalte. O gel branqueador tem a capacidade de se infiltrar no esmalte mas sem lhe causar dano.
Branqueamento pode causar sensibilidade?
Sim. O branqueamento pode causar uma sensibilidade dentária, que é sempre transitória. Para ajudar a lidar com este desconforto aconselhamos aos nossos pacientes a utilização de gel dessensibilizante durante esse período inicial.
Pode magoar a Gengiva?
Sim. Se não existir um correto isolamento da gengiva em redor dos dentes o contacto desta com o produto branqueador pode lesar e causar ardor na gengiva.
Uso aparelho dentário. Posso fazer branqueamento?
Sim, antes ou após a colocação do aparelho. Por norma o branqueamento é feito após o tratamento ortodôntico quando já se verifica o alinhamento dos dentes e após serem removidos os brackets ou attachments aderidos às superfícies dentárias.
Sou Fumador. Posso fazer Branqueamento?
Qualquer pessoa, desde que mantenha uma boa saúde oral, pode fazer branqueamento. Apesar de fumar não se incluir nos bons hábitos de saúde oral, o problema nestes casos prende-se sobretudo com o resultado que não será duradouro, pois mantendo o hábito os dentes irão novamente incluir o pigmento do tabaco e escurecer rapidamente.
Beber café, chá ou vinho prejudica o Branqueamento?
Sim. Todas estas bebidas, e não só, contêm pigmentos que se aderem e se incorporam nas superfícies dentárias. Durante o período de branqueamento e após o mesmo não é então aconselhável a ingestão deste tipo de bebidas ou comidas com pigmentos/corantes. No entanto se não conseguir evitar, fica a sugestão de tentar bochechar com água no momento e se possível escovar os dentes após a refeição.
A partir de que idade se pode realizar branqueamento dentário?
Por regra, este tipo de procedimentos só se realiza após os 18 anos. Consoante a avaliação do caso e indicação para branqueamento poderá ser feito mais cedo mas só apenas a completa maturação do(s) dente(s) a branquear.
Porque razão os caninos são mais amarelados? O branqueamento resolve essa diferença?
Pela sua constituição, os caninos são os dentes que mais volume de dentina possui. (A dentina é a camada sob o esmalte responsável pelo tom amarelado dos dentes). O branqueamento nem sempre resolve esta diferença mas é capaz de a atenuar, mantendo o aspecto harmonioso de uma dentição natural.
Alguns dos meus dentes têm manchas brancas. É possível com branqueamento ficar tudo da mesma cor?
Não é possível dizer. Existem várias causas que podem originar essas áreas esbranquiçadas nos dentes. É essencial uma avaliação prévia, pois em certos casos é necessário adaptar a distribuição do produto branqueador para não correr o risco de aclarar ainda mais a mancha branca e exacerbar a diferença de cor. Na maioria dos casos, com o branqueamento em consultório, conseguimos contudo atenuar bastante as zonas esbranquiçadas e obter uma harmonização muito satisfatória.
Pode ser feito branqueamento dentário em um só dente?
Pode. Os vários tipos de branqueamento mencionados neste artigo destinam-se sobretudo a melhorar a estética global do sorriso através da suavização da cor dos vários dentes da frente. Contudo existem casos em que apenas um ou dois dentes se encontram mais amarelados. Quando o problema do paciente são apenas esses dois dentes poderá ser feito um branqueamento localizado.
Qual o melhor tipo de branqueamento afinal?
Não é possível dizer. Só após uma avaliação individual da sua condição oral é que é possível dizer qual o tipo de branqueamento melhor para si. O que se pode afirmar com certeza é que o branqueamento feito em consultório é sempre o mais rápido pois é aquele que usa o produto mais concentrado.
 

Marque o seu Branqueamento Dentário em Lisboa na Clínica Mint

Agende a sua consulta de avaliação inicial através do formulário abaixo ou ligue para 211 552 308.


Entraremos em contacto para confirmar as datas disponíveis.

 
Copy link