skip to Main Content
Tem Recessão Gengival? Saiba Porquê E Como Tratar!

Tem Recessão Gengival? Saiba porquê e como tratar!

Imagine que se olha ao espelho e quando sorri repara que os seus dentes se tornaram mais longos, mais visíveis em altura e com um tom acastanhado perto da gengiva. Se for esse o caso, pode ter recessão gengival.

A recessão gengival é o processo no qual o tecido que envolve os dentes se afasta do mesmo, expondo-o mais e progressivamente a sua raiz. Esta situação pode provocar danos a nível de suporte ósseo. A recessão gengival é um problema dentário comum, afeta 4% a 12% dos adultos e muitas vezes passa despercebido até se tornar mais grave.

A maioria das pessoas nem percebe que as suas gengivas recuaram, porque é um processo gradual. No entanto, ao longo do tempo, uma raiz dentária exposta pode não apenas parecer feia, mas também provocar sensibilidade dentária, especialmente ao comer alimentos frios ou quentes e na escovagem. Eventualmente, a recessão gengival, se não tratada, pode levar à perda de dentes.

As principais causas para a recessão da gengiva são:

1 – Tabaco
Os fumadores têm maior predisposição para acumular placa bacteriana nos dentes e se não tiver um cuidado de higiene oral mais rigoroso o tártaro provocado pela placa bacteriana acaba por provocar recessão gengival.

2 – Má higiene oral
A par do que disse anteriormente a acumulação de placa bacteriana e consequente criação de tártaro, para além de provocar as conhecidas cáries podem provocar recessão gengival.

3 – Incorreta escovagem
Durante a higiene oral a realização da escovarem com demasiada força e de forma repetitiva pode provocar a recessão gengival sendo uma das principais causas bem como o uso de escovas com cerdas muito duras.

4 – Bruxismo
Ranger os dentes ou fazer muita pressão maxilar exercendo muita força nos dentes acaba por provocar recessão da gengiva.

5 – Dentes desalinhados ou mordida desequilibrada
Quando não existe uma mastigação eficiente e uniforme, alguns dentes exercem mais força do que outros na gengiva e no osso provocando a recessão gengival.

6 – Piercings do lábio, língua ou freios
O próprio piercing pode roçar a gengiva e irritá-las ao ponto de os seus tecidos fiquem desgastados.

Se as suas gengivas retrocederam apenas uma pequena quantidade, umas sessões de higiene oral profundas no consultório do seu dentista pode ser suficiente para tratar.

Uma pequena cirurgia é por norma a melhor opção em casos mais avançados cujos resultados são eficientes e duradouros.

Os tratamentos cirúrgicos mais frequentes são:

1 – Enxerto de gengiva.
O tratamento cirúrgico comumente utilizado pelos dentistas é o enxerto de gengiva. Para realizar um enxerto de gengiva, um dentista retira o tecido de outra área e utiliza-o para recobrir a raiz exposta e a área do dente fixando-a no nível correto que deveria naturalmente estar. O tecido pode vir do palato da sua boca ou de outra fonte.

2 – Descolamento da Gengiva com Alisamento radicular
Durante este procedimento, o dentista manipula o tecido da gengiva afetado, remove as bactérias nocivas e, de seguida, protege o tecido gengival, no sítio onde a gengiva deveria estar a nível do dente, sobre a raiz do dente eliminando bolsas bacterianas e reduzindo o seu tamanho.

3 – Regeneração
Se o osso que sustenta os seus dentes foi reduzindo como resultado da recessão gengival, o procedimento de regenerar ossos e tecidos perdidos pode ser o recomendado.
A par do procedimento explicado anteriormente, o seu dentista ainda vai aplicar um material regenerativo, como uma membrana, tecido de enxerto ou proteína estimuladora de tecidos, para estimular o seu corpo a regenerar naturalmente o osso e tecido nessa área.
Depois de o material regenerativo ser colocado no lugar, o tecido da gengiva é fixado sobre a raiz do dente ou dos dentes no local onde a gengiva deveria naturalmente estar.

O pós-operatório é confortável, sem dor, sem inchaço, nem hematomas. A maioria das pessoas regressam às suas atividades de vida diárias no dia seguinte sem qualquer problema, desde de que sigam estritamente as recomendações dadas no consultório faça a medicação prescrita. À medida que o enxerto cicatriza deve evitar alimentos duros e mastigar para o lado da intervenção ​. Na altura da escovagem, deve fazê-lo de forma suave e de preferência com a escova cirúrgica que lhe é facultada no consultório do seu dentista (extra-macia), mas não deve deixar de manter uma boa higiene oral.

Estes procedimentos são realizados em consultório dentário e sempre com anestesia local. Se preferir pode solicitar sedação consciente para o ajudar a relaxar, durante o qual está mais tranquilo e colaborante ou algo um pouco mais profundo na presença de um anestesista.

Se pensa existir a possibilidade de ter recessão gengival, não perca tempo e consulte um dentista porque a progressão é relativamente rápida e quanto mais tempo deixar passar mais difícil será o tratamento.

Post Series: Visão - Bolsa Especialistas
  • 1.Tem Recessão Gengival? Saiba porquê e como tratar!
error: Content is protected !!