skip to Main Content
Branqueamento Dentário, A Um Passo De Um Sorriso Perfeito!

Branqueamento dentário, a um passo de um sorriso perfeito!

Branqueamento dentário: entrevista à nossa higienista oral, saiba tudo!

O que é o branqueamento dentário?
Todas as pessoas podem branquear os dentes?
O branqueamento dentário precisa de manutenção?

A coloração amarela dos dentes pode ser hereditária, mas, na maioria dos casos, surge devido a hábitos e comportamentos quotidianos. A boa notícia é que é possível reverter a situação e devolver o brilho ao seu sorriso, com uma visita ao dentista. Para esclarecer algumas questões sobre o assunto, que tanta curiosidade desperta hoje em dia, entrevistámos a nossa higienista oral, a Dra. Andreia.

Quando o paciente decide fazer um branqueamento dentário, qual é o primeiro passo a dar?

O primeiro passo é escolher uma clínica de confiança e fazer uma avaliação oral.

O branqueamento dentário garante resultados visíveis, imediatamente após o tratamento. Contudo, deve ser precedido de uma destartarização e, caso existam cáries, estas também devem ser eliminadas.

Como costumo dizer: primeiro a saúde, depois a estética.

Outro fator importante a considerar é se o paciente possui restaurações, pois estas não branqueiam e podem ter de ser trocadas a posteriori, para que a dentição fique com uma cor homogénea.

Mas afinal, o que é o branqueamento dentário?

De forma simples, pode-se definir o branqueamento como um procedimento que torna os dentes mais brancos.

A primeira coisa que faço, antes de começar a branquear os dentes, é colocar um afastador labial na boca do paciente e um rolo de algodão para absorver a saliva. Depois, coloco nos lábios vaselina e as gengivas com protetor gengival, para evitar que o gel entre em contacto com elas, o que causa um ligeiro ardor. Por fim, aplico um ativador do gel nos dentes e o gel branqueador.

O gel branqueador utilizado na MINT possui uma série de componentes que reduzem a sensibilidade e reagem a uma luz LED. No fundo, a sua função é abrir os “poros” dos dentes e provocar uma reação química, que branqueia o dente de dentro para fora. A sessão de branqueamento dura 1 hora, sendo que, a cada 15 minutos, são repostos tanto o ativador como o gel.

No final, removo os produtos e acessórios e o paciente bochecha normalmente.

Que cuidados se devem ter após o tratamento?

O meu trabalho não termina na clínica. Após ou antes do branqueamento, são feitas goteiras em silicone, transparentes, a partir de moldes com o formato da dentição de cada paciente. Estas devem ser utilizadas durante 3 dias, durante o período de descanso noturno, com um gel viscoso que evita a regressão da cor do esmalte.

Como os poros ficam abertos entre 24 a 48 horas após o tratamento, devem-se ter alguns cuidados, entre os quais evitar o consumo de bebidas/alimentos ácidos ou com pigmentos, como o café, chás, frutos vermelhos, caril, molho de tomate, sumos naturais, vinho tinto e refrigerantes.

Se o paciente não respeitar as recomendações, deve beber um pouco de água após o consumo dos alimentos mencionados, escovar os dentes ou enxaguar a boca com um elixir. O tabaco também deve ser evitado ao máximo. 

Quando tempo dura um branqueamento?

A durabilidade do branqueamento dentário varia consoante os hábitos de cada pessoa. No meu caso, por exemplo, já dura há cinco anos, pois raramente bebo café, não fumo e tenho muito cuidado com a higiene oral.

Para mais informações sobre o branqueamento dentário clique aqui.